terça-feira, 29 de abril de 2008

Orkut do Cretino




Gentem, né que agora o Cretino tem até orkut? E mais: comunidade! Rum...o que há de mais muderno nas telecomunicações ever. Juuuura. Já tava mais do que na hora de a equipe do CL criar um perfil, né?Cuida ai, que o Cretino Lima te quer mais que tudo no orkut dele!


Perfil
Comunidade

Complete a frase






Judie Law tem o símbolo do Batman na cabeça porque_______________.

Brinquedo assassino






A apresentadora mais polêmica do país, Maísa, lançou sua boneca na feira de brinquedos em São Paulo.
Só não perguntem à guria se a boneca deve ser guardada no mesmo lugar em que ela guarda o microfone...

Leila Lopes é evangélica!






A evangélica negou até quando pôde. Mas agora não dá mais pra esconder porque já foi anunciado que o pornô o próximo lançamento das Brasileirinhas terá Leila Lopes no elenco.
Para a atriz, trata-se de um longa-metragem baseado em Nelson Rodrigues. Qual das obras ela não soube explicar.



## COMENTÁRIO ##

1. Ah, é? Paris Hilton também já fez versão cinematográfica para Nelson Rodrigues!
2. "Segura, Berenice!"

Táááááá?

Casal do ano





O filme "I love you, Philip Morris" tá mudando a vida de Rodrigo Santono. Primeiro, o ator começou a freqüentar os bares gays de Miami. Agora, uma foto pegando de jeito Jim Carey.



##COMENTÁRIO##

1. Sempre suspeitei que Jim era passiva;
2. Mau gosto da parte de Santoro.

Vazou!




Essa dai é "Rat is dead", nova música do Cansei de ser sexy. O próximo album da banda se chamará "Donkey" erá lançado dia 21 de julho pelo selo Subpop/Warner.
Cansei de ser sexy seguirá em turnê promocional pela Europa no segundo semestre.

domingo, 27 de abril de 2008

Hannah Montanna é diva!



Miley Cyrus, mais conhecida como Hannah Montana, sabe como se promover.
Tá, primeiro posa de Sandy com aquele seriado nada a ver. Depois, assim, meio que de repente como chuva no Nordeste, começam a surgir fotos dela à vontade com o namorado.





Proximo passo:
* Raspar cabeça;
*Mostrar a Hannah;
* Fita pornô (claro!)

sexta-feira, 25 de abril de 2008

O Cretino indica



HARD CANDY - Madonna

A estrela-mor da música pop continua seguindo os mesmos passos dos três últimos trabalhos e lança mais um disco conceitual. Existe uma lógica em "Hard Candy" - um começo, um meio e um fim. E, nesse sentido, a faixa inicial, "Candy Shop", soa como a justificativa para o projeto ("Escolha um sabor e eu mostro pra você. Não finja que não tem fome porque há muito para se comer"). Da mesma forma que em uma boa doceria existe uma infinidade de guloseimas para se degustar, o hiphop é a loja perfeita para Madonna criar e experimentar novos doces junto a diferentes produtores: Pharrel Williams, Justin Timberlake e Timbaland.
Se a intenção era fazer um disco "doce", parece que deu certo. O novo som de Madonna gruda na cabeça como geléia gruda no pão. Não é à toa que a dançante primeiro single, "4 minutes", parceria com Justin Timberlake e Timbaland, seja uma das músicas mais baixadas da internet.
O ritmo frenético continua por quase todas as outras 11 faixas que compõem o disco. Seja nas menos originais como "Devil wouldn't recognize you", que relembra "Cry me a river" de Justin; seja em "Heartbeat" que traz uma batida contagiante; ou ainda em "Give it 2 me", que com certeza vai fazer você querer sair da sessão de chocolates do supermercado e entrar na academia mais próxima para se esbaldar na esteira. Não tenha dúvidas: ouvir “Hard Candy” certamente vai lhe dar prazer como se você estivesse deliciando bombons de avelã.
E quem acreditava ser impossível filosofar quando se degusta chocolates é melhor mudar de idéia. "She's not me", sétima faixa do disco, mostra uma Madonna indignada com uma mulher que querer tentar sê-la ("Ela não é eu/ ela não tem meu nome/ ela nunca terá o que eu tenho); e em "Voices", a balada que encerra o disco, Madonna lança questionamentos que a perturbam ("Quem é o senhor? E quem é o escravo?")
Há ainda espaço para uma faixa que certamente vai desafiar seu paladar: Spanish Lesson. Nela, Madonna explica o significado de algumas frases em espanhol. Mas essa é a parte "chocolate amargo com frutas cristalizadas" do disco.


COTAÇÃO: 4/5

Xuxa é cidadã exemplar




A mãe de Xaxa Sasha foi ao Hemorio hoje doar sangue para as vítimas da epidemia de dengue.
É a segunda bem-feitoria da loira este mês. A primeira foi uma carta publicada na página de Opinião de O Globo na qual Xuxa mostra sua indignação com a violência infantil e com o caso Isabella: "Assim como outros comportamentos absurdos foram mudados (a escravidão; bater em mulher), está na hora de mudar essa “cultura” de que o pai, a mãe ou o responsável têm o direito de bater em uma criança, para educá-la.A violência dentro de casa pode começar num olhar raivoso, berros, um tapinha, um empurrão, um beliscão até chegar à tragédia de atirar uma criança pela janela", escreveu a apresentadora.

## COMENTÁRIO ##

Gente, Xuxa sabe escrever...ou será que foi Marlene que escreveu essa carta? rum...

quinta-feira, 24 de abril de 2008

Amy Winehouse: um lu-sho de vida







Mais uma na vida de Amy Winehouse. A I told you I was trouble inglesa se envolveu em outra confusão, ontem (23) e poderá ser presa por agressão física.
O babado é o seguinte: segundo o jornal The Sun, a doida chegou com seu amigo, o guitarrista Mick Whitnall, a um pub em Londres. Os dois estavam...acreditem...drogados. Novidade na vida de Amy, né?
Pois bem, ela decidiu jogar bilhar, mas quem estava jogando se negou a deixá-la participar do joguinho. Pronto. "Ela bateu na minha cara e nem pude bater de volta...ela é uma mulher!", disse Mustapha el Mounmi, vítima da cracklover.
Se Amy for presa e considerada culpada dessas agressões, pode pegar até seis meses de prisão, além de pagar uma multa de £2.000 libras (R$6.500,00).
Será que ela liga? Dizem que ela saiu do bar berrando " Eu sou uma lenda, quero tomar drogas!" É...eu acho que ela se importa...

medo



Medo de Penélope Cruz nua no filme "Elegy".
Mas calma, não há o que temer. Pelo menos por algum tempo. O filme, que é baseado no romance de Phillip Roth, "The Dying Animal", não tem previsão de lançamento nos cinemas nacionais.

Novo disco de Cyndi Lauper é o que há!




Olhai uma preview do que vai ser o novo disco de Cyndi Lauper. Tipo assim...tá bem melhor do que aquele último disco, o de regravações-não-regraváveis, "Body acustic". Tá bem disco, tá bem gay, tá bem Cyndi. "Bring ya to the brink" será lançado dia 27 de maio.

Jennifer Aniston toma sol

Frente




Verso






O chamado reloaded

Tem um vídeo circulando pela internet chamado Mereana Mordegard Glesgorv.
Um desses vídeos que surgem na rede de vez em quando pra assustar os freaks.
O problema é que quem assisti-lo irá sofrer "conseqüências terríveis" - que nem "O Chamado", sabe?
Vejam o vídeo abaixo e leiam a descrição em português logo em seguida. É punk!



Existe um vídeo no Youtube chamado Mereana mordegard glesgorv. Se você procurar por este nome, não encontrará nada. E se achar, será um vídeo de 20 segundos de um homem olhando diretamente para você, sem nenhuma expressão, até que nos 2 segundos finais ele sorri. O pano de fundo é indefinido.
O vídeo inteiro dura 2 minutos, e foi removido pelo Youtube após as 153 pessoas que viram o vídeo arrancarem os olhos e os enviarem para a sede do Youtube em San Bruno. Essas pessoas cometeram suicídio de diversas formas. Não se sabe como eles conseguiram mandar os olhos após eles terem sido retiados. A palavra misteriosa que eles escreveram nos seus braços ainda não foi decifrada.
Youtube vai periodicamente colocar os 20 primeiros segundos do vídeo para acabar com as suspeitas, então as pessoas não procurarão pelo vídeo real e farão upload dele. O próprio vídeo foi visto apenas por um staff do youtube, que começou a gritar após 45 segundos. Esse homem está sob constantes sedativos e aparentemente impossibilitado re lembrar o que ele viu. As outras pessoas que estavam na sala enquanto ele via o vídeo desligaram o vídeo pra ele. Elas disseram que tudo o que eles ouviram foi um som agudo muito alto. Nenhum deles ousou olhar para a tela.
A pessoa que uploadou o vídeo nunca foi encontrada, o IP foi classificado como não existente e o homem no vídeo nunca foi encontrado.

quarta-feira, 23 de abril de 2008

Entrevista: Marli



Se você não conhece este vídeo, pergunte-se por quais páginas do youtube você andou navegando. Meio-brega-meio-cult-meio-novela-do-SBT, "Além do arco-íris" é o vídeo mais recente da maior estrela anônima (não é trocadilho!) brasileira: Marli. Com esta canção, ela já coleciona mais de 100 mil acessos desde setembro do ano passado. Isso sem contar lançamentos anteriores, como "Pirulito", "Bertulina" e "O amor está no ar". Não há youtuber que não conheça Marli.
A sensação musical da internet recebeu a equipe de O Cretino Lima em sua residência semana passada. Por email, é claro.



O Cretino: Como você se sente sabendo que mais de 117 mil pessoas já viram seu video "O amor está no ar" no youtube?

Marli: Eu já me acostumei com a idéia. Na época do meu primeiro vídeo, foi meio assustador, porque eu não imaginava que ia ter tanta repercussão. Meu público cresceu bastante. É bom saber que meu trabalho está atingindo tantas pessoas. Espero que faça sentido para elas.

C.: Durante um tempo, você sumiu dos holofotes por causa da gravidez. Como é ser mãe e ser estrela?


M.:
Eu não separo essas duas coisas. Meus últimos álbuns não teriam sido o que são se eu não tivesse tido meus filhos. A única diferença é que agora eu não tenho o mesmo tempo e disponibilidade de antes. No início, quando eu lancei minhas primeiras músicas, eu gravava sem parar. Meus três primeiros álbuns saíram num espaço muito curto de tempo entre um e outro. Agora é diferente, porque o processo é lento, e temos tempo de sobra pra trabalhar nas músicas até elas ficarem do jeito que a gente quer.


C.: Madonna e Bjork aparecem como referência freqüente nos seus vídeos e nas suas músicas. O que você acha do trabalho delas? Quem mais você admira?

M.:Madonna e Björk são duas artistas fantásticas. Elas são duas dos poucos artistas que conseguiram controle absoluto sobre suas carreiras e continuaram firmes no negócio. Acho que é por isso que são referências óbvias. E eu admiro e sou influenciada por muitos outros artistas, não só da música. Meu trabalho tem muito da literatura e do cinema que eu gosto.



C.: É verdade que você teve aulas de canto com Jennifer Lopez?

M.: Não fode.

C.: Seu mais recente single, "Além do arco-iris", é uma balada dor-de-cotovelo. Sobre quem exatamente ela fala?O que aconteceu para você criar esta canção que é uma das
mais belas de toda sua carreira?

M.: Se a gente for analisar, essa é uma música que fala sobre muitas coisas. Nesse ponto da narrativa do álbum, Anastácia se apaixona por um homem no caminho pra Salvador, mas descobre que as coisas não são do jeito que ela imaginava. Ela descobre verdades sobre seu parceiro, sobre o país e sobre ela mesma. Acho que em certo ponto da vida, nós temos que lidar com certas situações que fazem nosso mundo vir abaixo. E à medida que você conhece mais, você sofre mais. Então quando ela dá de cara com as relações de poder que atravessam o caminho, as coisas começam a desmoronar. Não há mais pureza aqui. Ela sabe que agora precisa saber usar máscaras, e precisa pagar impostos. Quero dizer, você pode ter sua dignidade, mas é impossível preservá-la inteiramente se quiser sobreviver. E olha só, nós estamos fazendo isso há mais de 500 anos.



C.: Na capa do single "Uma garota do cacete", você aparece de cinta-ligas junto a homens sem camisa. Como foi este ensaio?

M.: Na verdade, a foto foi pra capa da Rolling Stone. Os homens não estavam lá. E eu não quero imaginar como seria se eles estivessem (risos).


C.: Além da sensualidade, temas religiosos aparecem em vários de seus trabalhos. Você inclusive gravou a comovente "Oração à cabocla". Por que esses temas tão controversos? Qual seu caboclo?

M.: Bom, eu não escolho falar de sexo ou religião por serem temas controversos. Simplesmente são coisas naturais, que fazem parte da nossa vida. Assim como amor, rejeição, família, maternidade ou qualquer outra coisa. Eu tenho que ser honesta no meu trabalho. E qual o meu caboclo? Meu caboclo é o Brasil.

C.: Como é ser uma diva?

M.:Eu não sei gosto de ser chamada assim. O que é uma diva? Eu sempre imagino uma cantora que usa vestidos ridículos, tem um vozeirão irritante e canta as mesmas músicas chatas o tempo todo. Eu não sou isso.

C.: O que dá mais trabalho: limpar casa ou gravar um disco?

M.: Dar entrevistas.

C.: Você já tem 7 discos lançados e acumulou vários hits ao longo dos anos. Não há nenhuma possibilidade de você sair em turnê? Pelo menos um pocket show?

M.: Eu não posso dizer que nunca vou me apresentar ao vivo, mas não está nos meus planos. É algo muito sério e tem muito o que levar em conta, toda uma estrutura. E se eu for me apresentar ao vivo um dia, não quero que seja qualquer coisa. Tem que ser grande.



Correm boatos de você está cogitada para o remake de Cinderela Baiana, blockbuster brasileira estrelado por Carla Perez. O que você tem a dizer sobre isso?

Eu não tenho tanta sorte.






## O homem por trás da diva ##

Assim como outras celebridades, Marli não se tornou o sucesso que é sozinha. A ajuda não veio de nenhum dono de gravadora ou empresário e sim de seu patrão. Marli, a empregada doméstica, encontrou em seu patrão Antonio a chance de ser Marli, a estrela.


Cretino: De onde veio a idéia de tornar a empregada de sua casa em uma estrela?

Antônio: A idéia não era torná-la uma estrela. Quando começamos a gravar, a diversão era só entre nós dois e as pessoas mais próximas. O resto simplesmente aconteceu, depois que eu decidi disponibilizar algumas músicas na Internet. Um público pequeno se formou e foi crescendo aos poucos. Deu no que deu.

C.: Como é o processo de composição das canções? Os sons são criados por quem? E as letras? Marli participa somente do vocal?

A.: O processo é sempre diferente. Nos primeiros álbuns, a coisa era mais despretensiosa e eu não tinha muitos recursos, então eu basicamente transformava midis já prontos. Misturava as pistas, fazia novas estruturas, mudava os instrumentos. Ou então não mexia em nada, e as músicas acabavam sendo versões de ritmos prontos, mas não necessariamente covers. Mas essas são poucas. A partir do “Colostro”, a produção passou a ser inteiramente minha mesmo, com raras exceções. Eu tenho um teclado ligado ao PC, e daí sai praticamente tudo. Pro “Céu de Anastácia”, usava quatro ou cinco softwares diferentes, cada um pra uma etapa diferente da produção. Quanto às letras, são todas escritas por mim. Apenas “Pirulito” foi escrita inteiramente por Marli, e algumas outras que contém vocais improvisados, como “Vai pro Inferno” e “História de Ninar”. Mas eu sempre me inspiro em coisas que ela diz, e durante a gravação, ela sempre acaba mudando um verso ou outro. Por isso eu sempre credito as letras a nós dois.

C.: Como você cria os conceitos para os vídeos?

A.: É um processo semelhante ao da criação das músicas. Em primeiro lugar, o vídeo tem que transmitir em imagens a mensagem da música. Geralmente, eu esboço um roteiro quando o conceito é mais elaborado em termos de narrativa, como em “Bertulina” e “O Amor Está No Ar”. Mas nós acabamos improvisando bastante. “Linha Direta”, por exemplo, foi todo concebido já na edição. No fim das contas, o resultado é sempre uma surpresa.


C.: Uma banda do cenário indie de Portugal apresentou uma música de Marli, "Linha Direta", em um festival. Porque você acha que Marli se tornou referência?

Eu não sei, você me diz, rs.

C.: Você acha que se Marli tivesse uma produção mais requintada, ela teria a popularidade que tem?

A.: Eu acho que o negócio funciona porque nós trabalhamos em conjunto. Eu tenho consciência de que fazemos algo diferente. Se eu digo, “Olha, vou chamar a empregada da minha casa pra gravar músicas”, as pessoas esperam que saia algo gratuitamente engraçado, vulgar ou algo assim. Eu poderia chamar a Marli pra cantar o que a Tati Quebra-Barraco canta, ou transformá-la numa musa do brega. Isso sim seria ridículo. Do mesmo jeito que seria se tivéssemos as limitações de uma gravadora tradicional, se é que existe essa possibilidade. Acho que o segredo é a combinação dos elementos. Todo o processo de criação é algo lúdico, e acho que isso é o mais difícil de assimilar pra quem não conhece. As músicas que eu crio não fariam sucesso sem as letras, que por sua vez não teriam o mesmo sentido sem a interpretação e a personalidade da Marli impressas. E acima de tudo, é um trabalho espontâneo. Eu posso fazer o que bem entender. E a Marli não está ali forçando um sotaque, pronunciando errado de propósito ou se esforçando pra ser engraçada. É algo natural dela. E eu não vejo a coisa funcionando de outra forma. Talvez isso responda também à pergunta anterior.




terça-feira, 22 de abril de 2008

Um cabelo novo para Britney





Parece que Britney decidiu assumir já é mãe de dois filhos e começa a andar nos trilhos.
Dizem que vai sair em turnê ainda este ano - a gravadora dela, Jive Records, anunciou que quer contratar dançarinos para uma grande cantora. Bom, se for pelo catálogo de artistas da gravadora, a única grande cantora é Britney. *Pity deve ser da Jive...*
Enfim, como vocês viram aqui no Cretino, ela vive entrando e saindo do estúdio com seu primeiro produtor, Larry Rudolf. Seria pra gravar os playbacks do show? Por que nesses últimos anos, ela fez tudo: de derrubar o filho a mostrar a xereca (horrível, por sinal), mas cantar que é bom, nheca.
As primeiras mudanças já começam a aparecer...ficou a cara da mãe dela, né?



Spice world

Em Londres, a ex-Spice Girl Geri Halliwell saiu com Ivan Flipz Velez para jantar. Mas não era uma refeição comum. Geri queria apresentar o novo namoradinho ao seu amigo e boqueteiroe conselheiro, George Michael. Ela parecia estar ansiosa.






E George Michael também...




Enquanto isso, em Los Angeles, Melanie B, outra pimenta do extinto grupo mercenário, decide emprestar seu corpo para uma campanha de lingerie. O grupo, que havia sumido sem ter dado satisfação, havia voltado com uma turnê de "retorno" em dezembro. Meses depois, foi cancelada "motivos pessoais".





Rogéria pudica




A mãe de Dercy Gonçalvez Rogéria diz que, apesar de estar na novela das 8, não teria coragem de fazer uma cena em que tivesse de beijar um homem.
Quer dizer que se fosse mulher, tudo bem?
Rum...acreditamos...

domingo, 20 de abril de 2008

Enquete da semana

Cumpadre Washington, um dos vocalistas do maior fenomeno da cultura pop-trash brasileira, "É o Tchan", topou, por um cachê de cerca de 800 mil reais, estrelar um filme pornô a ser rodado no Havaí.
A equipe de O Cretino quer saber: qual deve ser o nome de tão digna obra de arte?

Alternativa A



Alternativa B



Alternativa C





Postagem dedicada à feijoada que o Cretino tanto adora.

Vazou!



HARDCANDY - Madonna
São quase todas as músicas, mas vale a pena, né?
Baixem aqui!

CANDYSHOP
4 MINUTES
GIVE IT 2 ME
HEARTBEAT
MILES AWAY
SHE'S NOT ME
INCREDIBLE

THE BEAT GOES ON

sexta-feira, 18 de abril de 2008

De quem é...?

De quem é essa bunda?











É de Hayden Panettiere, a cheerleader de Heroes!


Papa don't preach






Vocês se lembram da tal infecção nos rins de Jessica Simpson? Menine, pois segundo a revista Star, Jessica tomou um porre com o affair, o jogador Tony Romo. Dizem também que a American peituda singer pediu um teste de gravidez.
Perai, gentem, não era Ashlee que tava grávida?
Ruuuum. Que coisa mais "Papa don't preach" esse negócio de esconder gravidez. Enfim...podem esconder a barriga porque o nariz da criança vai entregar quem é a mãe.

O drama de Cameron








Falece aos 58 anos o pai de Camaron Cameron Diaz. A American actress estava em Los Angeles e teve de voltar às pressas para Nova Iorque, onde se encontrava o corpo do pai. Emilio Diaz teve uma gripe que se tornou pneumonia.

***COMENTÁRIO***
A postagem não é pelo pai de Camaron Cameron Diaz . É uma forma de refletir sobre quantas pessoas se vão e ELA ainda fica...

quinta-feira, 17 de abril de 2008

Mariah trabalha capítulo 6





American whistle note singer Mariah Carey, em parceria com American Network Television MTV, gravou uma série de comerciais para promover o impronunciável "E=MC²". Alguém ai liga pra Sociedade Protetora dos Cães...mais um cão surdo no mundo.


NOTA

"E=MC²" é pronunciado "e equals m c square", que, na cabeça de Mariah, significa "Emancipation equals Mariah Carey to the power of two". Rum...

-medo-




O medo dessa semana vai para Oprah Winfrey dando carros em seu programa. Tá, é uma forma de caridade, que, se quiserem copiar no Brasil, eu já sugiro o nome "Bolsa- Automóvel para mulheres mal-amadas que freqüentam programas de auditório". É digno. Mas precisa ficar loooooooooooooooooooca berrando "you get a car, you get a car, you get a car, you get a car, everbody gets a car, everybody get a car, everybody gets a car" como se fosse na velocidade número 5 do creu?

Madonna trabalha capítulo 2



Depois de deixar uma mensagem para Perez Hilton, Madonna envia um recadinho para os youtubers, gravado no set de seu próximo video "Give it 2 me".
Pra quem não sabe, a cantora possui uma página oficial no youtube, com videos e apresentações ao vivo. Tá esperando o que?

Nixon contra o câncer




Cyntia Nixon, aka Miranda Hobbes do American sitcom Sex and the City, vem lutando contra câncer de mama. A doença foi diagnosticada em 2006 e, para a atriz, escondê-la por tanto tempo foi uma forma de afastar os paparazzi e, graças a ajuda de Christine Marinoni, sua parceira há 4 anos, o tratamento tem sido mais fácil.

*** COMENTÁRIO***
A equipe de O Cretino Lima sente muito pela doença de Ms. Nixon, mas, como a cretinice está sempre acima de tudo, fomos pesquisar fotos da tal Christine Marinoni.
Né que ela tem uma feição familiar?

quarta-feira, 16 de abril de 2008

Wannabe




Gyselle Soares...quem? Tá. Gyselle-BBB-alguma-coisa fala sobre os planos para a carreira (?):

"Vou ser a Jennifer Lopez brasileira (risos). Quero fazer um trabalho como o dela, mas usando a minha raíz nordestina e a dança que aprendi em minhas viagens. Escrevo músicas, tenho uma mente bem fértil. Quero fazer um trabalho bem bonito para os meus fãs".



***COMENTÁRIO***
Eu não acho que venha a ser uma empreitada tão dificil assim transformar Gyselle em Jennifer Lopez. Pelo menos a bunda e a voz da J.Lo ela tem, né?

Madonna trabalha - capítulo 1

O disco de Madonna só sai final do mês, mas a divulgação já começou!
E neeeeeem precisa gastar muito dinheiro - pelo menos, por enquanto.
Por exemplo, mandar um video para o blogueiro mais famoso do mundo (depois de mim, claro), Perez Hilton.
No vídeo, ela diz:

"Perez, quero te perguntar uma coisa: de quem você gosta mais: de mim ou de Teddy (o cachorrinho do bloqueiro)? Porque eu posso ficar de quatro. Eu posso correr atrás de bolas. E eu adoro biscoitos. Faça sua escolha. Logo!"

Feirce, rum?


Manda um video pro Cretino também!!!

Kylie na Vogue







Apesar do ter flopado nos Estados Unidos com o novo disco, Kylie Minogue continua com tudo na Europa. Thank you very much. Este mês, a cantora australiana é capa da revista Vogue alemã.

Complete a frase...






Mika deve cortar o cabelo porque _______________.

terça-feira, 15 de abril de 2008

Vazou: trechinhos de Hard Candy



Cansou de esperar pelo disco novo da Madonna?
Pois ouça um trechinho de todas as faixas aqui!
Gentem, "The beat goes on" não tem naaaaaaaada a ver com a música que vazou meses atrás!


***UPDATE***

Quem quiser ouvir um trechinho de todas as faixas em mp3, já caiu na rede também! Baixe aqui!
E a revista Rolling Stone publicou uma resenha sobre "Hard Candy" (na mesma edição que contém aquela resenha do novo da Mariah Carey). Diz assim:

"Desde seu disco de 1986, True Blue, Madonna aparece nos créditos das composições e das produções de todas as suas músicas, até mesmo quando ela trabalha com artistas da dance music, como William Orbit, Mirwais Ahmadzaï e Stuart Prince. É surpreendente que esse, que é seu 11º album, pareça uma proposta de submissão. Em "Hard Candy", Madonna deixa seus produtores darem seus toques. Um grupo de compositores americanos ajudam Madonna a revisitar as raizes da rainha da urban-disco. E Madonna sequer é a estrela de seu primeiro single, "4 minutes": Timbaland e Danja Hill fornecem a batida para os vocais em parceria com Justin Timberlake." (...) Como em "Confessions on a dancefloor", "Hard Candy" celebra a dança como uma salvação, pois mesmo nas dançantes "Heartbeat" e "Dance 2night" percebem-se notas melancolicas. (...) Mesmo quando ela luta contra as abruptas mudanças de estilo de Pharrell ou quando deixa-se levar pela melodia de Timberlake, Madonna continua no controle. A faixa de encerramento, "Voices", lança a pergunta "Quem é o senhor? E quem é o escravo?" antes do dramático bater de sinos terminar a canção. A resposta para ambas as perguntas ainda é a Madonna".



Tá?

"Hard Candy" nas lojas a partir de 29 de abril.





Mariah trabalha (em vão) capítulo 5

A rixa entre os fãs de Mariah Carey e Madonna é famosa. Não se sabe bem o porquê, nem quando começou, nem se algum dia irá terminar. Ela existe. A equipe de O Cretino Lima já recebeu manifestações de terrorismo psicológico virtual por causa das postagens sobre como a Mariah tem trabalhado feito uma negraafro-descendente (mas é o que ela é mesmo) para divulgar o novo disco.
É de praxe publicarmos resenhas sobre discos lançados. Seremos corretos desta vez (só dessa vez!). Com a palavra, a revista Rolling Stone:




"O novo disco de Mariah começa em um clube e termina em uma igreja. (...) Ela chega ao ponto máximo quando exprime todo o ressentimento que tem por Tommy Mottola na canção "Side Effects" e vive seu melhor momento em "Migrate", na qual percebe-se o uso de Auto-tune nos vocais. Mas quase todas as músicas se limitam a apenas versos de 4 notas, deixando pouco espaço para toda capacidade vocal da cantora, e as 6 baladas parecem restos deixados do disco anterior "The Emancipation of Mimi". Mesmo assim, o "Mimi" de 2008 soa como uma redenção, como em "I wish you well", mostrando que tudo que Mariah precisa é de um piano e de alguns versos da Bíblia para que as pessoas encontrem a salvação - ainda mais a salvação dela mesma!".



Mas e daí, né? Ela tem mais #1 do que Elvis ou os Beatles...